quarta-feira, outubro 29, 2008

Meter a língua aonde não devemos

Alevantar
O acto de levantar com convicção, com o ar de 'a mim ninguém me come
por parvo!... alevantei-me e fui-me embora!'.

Amandar
O acto de atirar com força: 'O guarda-redes amandou a bola para bem longe'

Aspergic
Medicamento português que mistura Aspegic com Aspirina.

Assentar
O acto de sentar, só que com muita força, como fosse um tijolo a cair
no cimento.

Capom
Porta de motor de carros que quando se fecha faz POM!

Destrocar
Trocar várias vezes a mesma nota até ficarmos com a mesma.

Disvorciada
Mulher que se diz por aí que se vai divorciar.

É assim...
Talvez a maior evolução da língua portuguesa. Termo que não quer dizer nada e não serve para nada. Deve ser colocado no início de qualquer frase. Muito utilizado por jornalistas e intelectuais.

Entropeçar
Tropeçar duas vezes seguidas.

Êros (também aérios, eurios, etc.)
Moeda alternativa ao Euro, adoptada por alguns portugueses.

Falastes, dissestes...

Articulação na 4ª pessoa do singular. Ex.: eu falei, tu falaste, ele
falou, TU FALASTES..

Fracturação
O resultado da soma do consumo de clientes em qualquer casa comercial.
Casa que não fractura... não predura.

Há-des
Verbo 'haver' na 2ª pessoa do singular: 'Eu hei-de cá vir um dia; tu
há-des cá vir um dia...'

Inclusiver
Forma de expressar que percebemos de um assunto. E digo mais: eu
inclusiver acho esta palavra muita gira. Também existe a variante
'Inclusivel'.


A forma mais prática de articular a palavra MEU e dar um ar afro à
língua portuguesa, como 'bué' ou 'maning'. Ex.: Atão mô, tudo bem?

Nha
Assim como Mô, é a forma mais prática de articular a palavra MINHA.
Para quê perder tempo, não é? Fica sempre bem dizer 'Nha Mãe' e é uma
poupança extraordinária.

Númaro
Também com a vertente 'númbaro'. Já está na Assembleia da República
uma proposta de lei para se deixar de utilizar a palavra NÚMERO, a
qual está em claro desuso. Por mim, acho um bom númaro!

Parteleira
Local ideal para guardar os livros de Protuguês do tempo da escola.

Perssunal
O contrário de amador. Muito utilizado por jogadores de futebol. Ex.:
'Sou perssunal de futebol'. Dica: deve ser articulada de forma rápida.

Pitaxio
Aperitivo da classe do 'mindoím'.

Prontus
Usar o mais possível. É só dar vontade e podemos sempre soltar um
'prontus'! Fica sempre bem.

Quaise
Também é uma palavra muito apreciada pelos nossos
pseudo-intelectuais... Ainda não percebi muito bem o quer dizer, mas o
problema deve ser meu.

Stander
Local de venda. A forma mais famosa é, sem dúvida, o 'stander' de
automóveis. O 'stander' é um dos grandes clássicos do 'português da
cromagem'...

Tipo
Juntamente com o 'É assim', faz parte das grandes evoluções da língua
portuguesa. Também sem querer dizer nada, e não servindo para nada,
pode ser usado quando se quiser, porque nunca está errado, nem certo.
É assim... tipo, tás a ver?

Treuze
Palavras para quê? Todos nós conhecemos o númaro treuze.


PS= A minha empregada acabou de me mandar uma mensagem assim: D.Copy (nome fictício), não poço ir trabalhar pk desmenxei o pé. Vou na 6.Brigados.

10 Comments:

Blogger S. said...

LOOLOLOLLLOOLLOLLOLL!!!!

3:04 da tarde  
Blogger S. said...

Essa tá muita boa!!!

3:46 da tarde  
Blogger bruno said...

fxast 1 belu post com xav d'ouro! Ganda ecémiésse!

Muito bom! Não posso esconder a minha preferência. A parteleira partiu-me todo. :D

3:59 da tarde  
Blogger Anita said...

Eu axei k ião gustar du post!

5:47 da tarde  
Blogger Batoteiros said...

É assim, tipo, quaise que , prontus , não percebi... há-des ir ao nho blog e amada pa lá uma msg tipo pa me explicares a lógica do que escrevestes!!

6:16 da tarde  
Blogger Anita said...

Batoteiros:
Queres que te expliquemos pontapés na gramática? Eles existem, fazem parte de nós e é o que dá o colorido ao ser português.

Ah! E isto foi baseado em muitos mails que recebemos e em muitas coisas que ouvimos por esse Portugal fora. Por isso não fomos nós que escrevemos, foram as pessoas que o disseram!

Viva o regionalismo, o arcaísmo, ospontapés na grmática, os portuguesismos. Sem eles, não tínhamos ideias para headlines! Olé.

11:44 da manhã  
Anonymous  said...

Lindu!
Inda se pudiam acrexentar mais umas.

11:54 da manhã  
Blogger S. said...

É.
Esta é a versão do português dos nossos avós.
Horroriza-me a ideia e um dicionário do português dos nossos filhos, especialmente, porque vamos mesmo precisar. :S

12:12 da tarde  
Blogger HUGO said...

Existe também o famoso "tamém". Tamém é assim cada um fala como quer ou não fosse o nosso presidente um especialista em vetar quaisqueres pogramas do governo.

11:57 da manhã  
Blogger ana simões said...

cá pra mim, se possamos pôr a auga na mensa e vocês forem lá, não me faz espécie.

:))

3:56 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home