sexta-feira, outubro 17, 2008

A montanha pariu um... peixinho.

Talvez seja eu que ando um bocadinho desligada, mas parece que abriu por aí mais um shopping, o tal que pertence ao IKEA, e ninguém deu por isso.
Media? Nada. Nos jornais, só capas falsas e anúncios fraquinhos, fraquinhos, ao serviço de um conceito raquítico e fraquinho agregado a um nome, adivinharam, fraquinho: "Mar Shopping."
Mas é assim, nem reportagens na Tv, nem boletins do estado do trânsito a avisar da congestão em torno da grande inauguração do novo shopping, nem buzz nem nada, pelo menos que eu tenha visto ou sentido. Em tempos de crise económica, há pouco espaço, paciência e orçamento para novos templos do consumo. E, pelos vistos, houve pouco esforço publicitário para contrariar a tendência. O conceito de "Onde o Tempo Pára", ou coisa que o valha, parece que parou no tempo em que os shoppings eram grande novidade. Agora já não são. E no Porto, já sobejam e enjoam... lá está, maream.
Não conheço ninguém que esteja a arder de curiosidade para lá ir. E desenganem-se os que pensam que aquilo tem vista para o mar - até pode ter, mas só se for da cobertura do edifício - porque fica na zona industrial de Matosinhos, o que só por si já é bastante desengraçado.
Com tantos contras, o novo shopping merecia uma campanha publicitária um bocadinho mais competente, um bocadinho mais disruptiva, um bocadinho mais contundente e muito, mas muito, mais eficaz. Parece que foi feita à distância, que é um reaproveitamento de uma qualquer outra campanha daquelas tão inócuas que servem para tudo e não servem para nada. Definitivamente, não foi uma campanha feita para os consumidores do Grande Porto, para o Norte, para Matosinhos sequer. Eu tive acesso ao briefing, confesso, e, sim, apresentei uma proposta, e, sim, apaixonei-me pelo projecto desde o primeiro momento, e, sim, ao ver a campanha que saiu para a rua, fiquei desapontada. Porque diz que foi fruto da criatividade de uma grande agência, mas a proposta não está melhor que a minha e porque não me ensina nada sobre como lançar (mais) um shopping em terra farta de shoppings.
Condizentemente com o nome escolhido, "MarShopping", parece-me que a coisa se afogou à nascença, morreu na praia, ou está naufragada e à espera de salvação. Vêm-me à ideia headlines como "atira-te ao MarShopping e diz que te empurraram", "Quem vai ao Mar, tem sempre lugar" (este é para o estacionamento), "Há mar e Mar, há ir e gastar", e ainda, "Quem vem ao MarShopping, afoga-se em dívidas". E porque não, em alinhamento com a campanha, "Respire fundo. Desacelere. Deixe-se afogar no MarShopping".
É Mar. Quer dizer, é mau. Mauzinho, vá, mauzinho e fraquinho.
É pena. Ou pior, é o que veio na rede.

*atentem no cuidado do copy ao se referirem à acção em que alegadamente pararam o tempo no "porto" (em caixa baixa? Mas onde é que estamos?). Só se for no de Leixões.

6 Comments:

OpenID TM said...

Nunca tinha ouvido falar. Percebe-se porque sou de mais a sul.
Mas de facto este post está mais coerente com a nome da marca do que o próprio site...As cores não reflectem o conceito de mar, ou a calma que parecem querer transmitir no copy. "Desacelere!" com um fundo vermelho-porsche? ou "Acabou de entrar no Mar"...só se for no Mar Vermelho!
São opiniões, nada mais...

5:10 da tarde  
Blogger Anita said...

Não gosto do nome, do conceito, das cores, de tudo. Parece pub a um supermercado tipo "Tomita" ou "L'idl"
Amarelo e vermelho???? Please.
E o copy???? Desacelere é uma palavra que fica sempre bem quando...bem, NUNCA!

10:46 da manhã  
Blogger S. said...

Anita, se calhar até já viste porque moras para os meus lados, mas que sensação é que te dá o Outdoor colocado à entrada do Túnel de Águas Santas, na A4, no sentido Vila-Real/Matosinhos e que diz: "O tempo pára daqui a dez minutos"?

A mim dá-me falta de ar. Acho sempre que vou apanhar trânsito e ficar fechada dentro do túnel por 10 minutos que seja. Má gestão de meios, má!

10:51 da manhã  
Blogger Anita said...

Isso significa:
A vida pára daqui a 10 min porque o trânsito vai acumular-se e quando toda a gente decidir ir ao MAR e ao IKEA ao Domingo....AAAAAAAAAHHHHHH! Tirem-me desta campanha, por favor!

(se calhar a culpa foi do cliente...)

Já agora...eu sofro de claustrofobia e agorafobia. E preciso de ir ao IKEA dia 1 de Novembro... Agora pensem!

10:54 da manhã  
Blogger S. said...

Vai na boa. Nesse dia, está tudo metido nos cemitérios.... pensando bem, até dava para fazer um aproveitamento da campanha nesse dia.... E decorava-se o Marshopping com fotos de tamanho natural dos defuntos. "Dia 1 de Novembro, o tempo pára no MarShopping. Venha reencontrar os seus entes queridos"
Eehhe, até vai de encontro ao posicionamento do shopping para a família. :)

11:05 da manhã  
Blogger Anita said...

Aaahhaahahahahaha!
Boa! As unicas coisas que vão parar são as floristas. Nesse dia é perfeito. Nem me lembrava.

11:53 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home